[Trailer da Semana]: Dois Papas – Cinemascope

0 44

Por mais que forças conservadoras queiram ser contrárias, é inegável a força que os serviços de streaming têm atualmente. Eles ultrapassaram o seu marco inicial que seria distribuir filmes e séries pela internet para bancar suas próprias produções. Para além da presença marcante em quantidade, sua qualidade também vem crescendo exponencialmente, chegando a cutucar inclusive a Academia responsável pelo Oscar.  Formada, em sua maioria, por homens brancos de idade avançada, o streaming os faz repensar as produções que seriam indicadas à premiações.

O último exemplo que se rendeu às tentações da Netflix foi o diretor Martin Scorsese, que deu o que falar ao alfinetar as produções de filmes de herói, mais especificamente os da Marvel. Scorsese lançou diretamente na plataforma (com algumas exibições em salas de cinema pelo mundo) o filme O Irlandês, que utilizou técnicas de computação gráfica, um dos principais pontos de destaque dos filmes de herói, para rejuvenescer os atores Joe Pesci, Al Pacino e Robert De Niro.

O filme conta com grandes elogios da crítica e já galga uma possível indicação ao Oscar. Além dele, outra produção do serviço de streaming vem sendo cotada para indicações. Esta é História de Um casamento que, com um orçamento mais modesto, está dando o que falar. Mais sobre o filme aqui.

Dois Papas

O terceiro filme dessa onda pré-Oscar é Dois Papas, que possui um toque brasileiro em sua composição. A produção é dirigida por Fernando Meireles, cineasta que ganhou destaque quando dirigiu Cidade de Deus (2002) que figura até hoje nas lista de melhores títulos e em favoritos de atores como Samuel L Jackson. A nova empreitada conta a história de conversas entre os dois papas Bento XVI, interpretado por Anthony Hopkins e Francisco, vivido por Jonathan Pryce. Hopkins já havia trabalhado com Meireles em 360 (2011).

É interessante a forma que são construídos, ao menos no trailer, a diferença entre os dois papas. Bento XVI tinha uma posição mais conservadora, enquanto Francisco é mais aberto a novos ares. Isso é construído utilizando Beatles para mostrar as diferenças entre os dois. E, claro, já vemos uma mostra do que virá da atuação dos atores. Acredito que, para além da diferença dos dois Papas, isso indica ainda a diferença entre as forças que atuam em diferentes níveis da sociedade, entre forças conservadoras e progressistas.

O filme concorre em quatro categorias no Globo de Ouro. Já quero pra ontem.

Filme estréia na Netflix dia 20 de Dezembro.

 

Navegue por nossos conteúdos

CONECTE-SE COM O CINEMASCOPE

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com seus amigos que amam cinema. Aproveite e siga-nos no Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e Spotify.

DESVENDE O MUNDO DO CINEMA

A Plataforma de Cursos do Cinemascope ajuda você a conhecer os segredos da sétima arte. confira as aulas disponíveis e amplie seus conhecimentos.



Fonte

Leave A Reply

Your email address will not be published.