Começa o 30º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo –

0 33

A partir dessa quinta-feira (22) acontece o 30º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, em oito locais diferentes, agora retornando sua sede para a Cinemateca Brasileira.

Na noite de ontem, dia 21, houve a abertura do festival no CineSesc, com a presença da diretora do festival, Zita Carvalhosa. “Curta-metragem é o máximo porque é onde, num certo sentido, a gente consegue ver a diversidade de nosso país”, disse ao se referir à representatividade presente, com nomes de diretoras e diretores negros.

Neste ano, a edição conta com 324 filmes e quatro games. Entre essas produções, também estão inclusos filmes 3D e de realidade virtual. Há um novo foco central na Mostra Limite (em homenagem ao filme de Mario Peixoto), onde estão programas que misturam pela primeira vez filmes brasileiros, latino-americanos e internacionais. Além das tradicionais Mostra Internacional, Mostra Latino-americana, Programas Brasileiros e Mostra Infantojuvenil.

Também fazendo 30 anos e considerado o melhor curta-metragem brasileiro de todos os tempos pela Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema), Ilha das Flores de Jorge Furtado está na programação deste ano, assim como diversos outros curtas do cineasta.

Presente na noite de estreia, Furtado falou ser “triste que Ilha das Flores continua um filme atual”, já que a lógica de miséria ainda é presente no país. O diretor relembrou se tratar de um trabalho feito quando o cinema nacional quase deixou de existir e que o curta só aconteceu pela facilidade de não usar som direto.

O cineasta encerrou sua fala citando a morte de Raul Seixas e um trecho da música Cachorro Urubu: “Todo jornal que eu leio/Me diz que a gente já era/ Que já não é mais primavera/ Oh baby, oh baby/ A gente ainda nem começou”.

Entre os diversos eventos que ocorrem no festival destaca-se o Happy Hour, que acontece todos os dias, das 18h às 19 horas, no saguão BNDES da Cinemateca Brasileira. O encontro inclui atividades como uma noite de autógrafos do livro Cinefilia Crônica, do professor Donny Correia, que acontece nesta sexta-feira (23).

O 30º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo vai até o dia 1º de setembro. Confira a programação gratuita.

Navegue por nossos conteúdos

CONECTE-SE COM O CINEMASCOPE

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com seus amigos que amam cinema. Aproveite e siga-nos no Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e Spotify.



Fonte

Leave A Reply

Your email address will not be published.